segunda-feira, 9 de agosto de 2010

STRAIGHT EDGE em Portugal


Pois é, volta-se a falar de Straight Edge no "mundinho" que é o Hardcore... Há uns tempos tinha sido contactado para fazer algo como isto (se calhar até era para este mesmo video) mas a falta de tempo e as mil coisas para fazer todos os dias não o permitiram, mas acho que ficou muito bem entregue aqui ao Rafa, ao Luis e ao Break, pessoas que conheço há uns anitos e as quais também admiro por tudo o que fizeram dentro do Hardcore.

Não me quero alongar pois sei que há muita gente que não sabe o que é Hardcore ou Straight Edge e lê o meu blog, mas espero que com estes videos lhes chegue uma luz sobre estes "movimentos". Prometo no futuro fazer um post mais extensivo sobre estes dois assuntos para um melhor esclarecimento.

A musica sempre foi uma parte importante de mim, desde muito cedo. No inicio da minha adolescência comecei por ouvir punk-rock, mais tarde coisas um pouco mais pesadas até que por altura dos meus 18 anos descobri que havia um movimento em Portugal que não só fazia este género de musica como havia concertos quase todas as semanas, tudo pessoal conhecido e amigo e que não era apenas mais um sitio onde havia musica alta e barulhenta sem conteudo em que iam para lá um monte de desconhecidos fumar coisas estranhas e beber sabe-se lá o que e andar ao pontapé e iam para casa todos partidos... Descobri que realmente estes concertos eram como se de uma familia se tratasse, bandas com opiniões politicas, falavam de libertação humana e animal, contra a xenofobia e a homofobia, temas polémicos e negativos mas com uma mensagem positiva em relação aos mesmos! Havia bancas a vender um montão de livros e zines com os mais variados temas, o pessoal conhecia-se todo ou quase todo. Não iam para os concertos para apanhar "aquela moca" mas sim para partilhar informação, para estarem todos juntos a ouvir a musica que gostam, um escape a esta sociedade que nos acorrenta e nos absorve no seu meio para sermos todos ovelhas controladas pelo pastor invisivel, com os nossos cerebros adormecidos pelas drogas invisiveis que nos injectam pelos olhos ou pelos ouvidos. E escusado será dizer que no inicio da minha jornada por este mundo do Hardcore, 80% do pessoal nos concertos era Straight Edge... agora é o contrário infelizmente!

deixo aqui a letra e a musica que deu origem a isto tudo, sem o qual eu nao seria a mesma pessoa!

I'm a person just like you
But I've got better things to do
Than sit around and fuck my head
Hang out with the living dead
Snort white shit up my nose
Pass out at the shows
I don't even think about speed
That's something I just don't need

I've got the straight edge

I'm a person just like you
But I've got better things to do
Than sit around and smoke dope
'Cause I know I can cope
Laugh at the thought of eating ludes
Laugh at the thought of sniffing glue
Always gonna keep in touch
Never want to use a crutch

I've got the straight edge


3 comentários:

LiMpA_ViAs disse...

Tinha sido bacano teres dado uma palavrinha no filme tb! É boa iniciativa de quem o realizou! Como muita gente diz, e eu concordo, faz falta mais Straight Edge em Portugal. O de ser 1 ano e passar de moda não conta.

vanessa disse...

há pessoas que dizem que já é um tema bastante falado, batido e que ja se começa a tornar aborrecido de ouvir. o que nao faz qualquer sentido, já que é um tema que deverá ser sempre falado, já que continua vivo. cada pessoa tem sempre algo de novo a dizer. gostei muito da report*

Joelma disse...

fico à espera do Post sobre SXE
:)
**