quarta-feira, 7 de abril de 2010

The Countess (2009)


Antes de relatar sobre a minha viagem no alentejo no fim de semana de pascoa, vou fazer uma pequena review ao filme que vimos nessa mesma viagem (verdade, levamos o nosso pequeno portatil com uma bateria que dura bastante tempo e fizemos o nosso proprio drive-in).


Filme escrito e realizado por Julie Delpy, sendo ela própria a actriz principal. O filme relata a história da condessa Erzebet Bathory da Hungria, no sec. 17, uma mulher forte, rica e poderosa que se apaixona por um homem muito mais novo que é forçado a abandona-la por questões, digamos, politicas, levando-a quase á loucura, pensando que o abandono se deveu a ela já nao ser jovem. A condessa assim tenta encontrar o seu proprio elixir da juventude, em que pensa que o mesmo se encontra no sangue de virgens. Começa então a historia de centenas de assassinatos para extrair o sangue destas jovens raparigas. Na realidade nunca houve provas concretas destas acusações, mas pessoas que trabalhavam para a condessa, compactuando com estes crimes, chegaram a afirmar a morte de 600 mulheres, embora a condessa só tenha sido acusada de 80 crimes.

Julie Delpy tenta de inicio mostrar a personagem como uma mulher forte mas um pouco desiquilibrada mentalmente, uma pessoa fria e calculista. Não é um filme extraordinariamente bom, nao tem uma excelente fotografia ou actores com uma representação fabulosa, mas serve o proposito de mostrar como terá sido a vida desta condessa, considerada a pior serial killer da historia. 


fica aqui a minha pequena review do filme, ao qual dou nota de 7/10

5 comentários:

COSMONAUT disse...

'e verdade pa, mas um gajo tem de viver e isto aqui e' o transporte publico que ha'. nao ando de mota pra nao me matar mas mesmo assim nao chega.

quanto ao teu post sobre o muay, tens toda a razao. e' algo que descobri na holanda e realmente sem essa pastilha anti-stress um gajo nao e' o mesmo.
Quando regressar quero ver se encontro um spot porreiro pra treinar la na Pena.

abraco!

LiMpA_ViAs disse...

Vem a calhar, ando numa de ver filmes sobre serial killers! Vai pah lista!

COSMONAUT disse...

familia e' familia, longe ou perto.
quero ver essas palavras pra tua irma no dia dela!

abracos

aconstantrefrain disse...

logo à noite ponho a sacar

WALKtheWALK disse...

por acaso o ano passado vi um filme que retrata a mesma história mas numa perspectiva alternativa, em que ela era maluca mas toda a cena dos assassínios tinha sido inventada por questões politicas e quês...e ela até era boazinha.